Infraestrutura e Logística - DER

01/03/2018

Governador autoriza obra em trecho perigoso da BR-277 em Cascavel

O governador Beto Richa autorizou nesta quarta-feira (28) um investimento de R$ 24 milhões em obras na BR-277 em Cascavel. Serão destinados R$ 12 milhões para a construção de marginais de ambos os lados da rodovia, entre os trevos da Portal e Cataratas (quilômetros 584,2 a 586,5), além de outos R$ 12 milhões para implantação de alças de acesso ao viaduto do Km 585,5 da rodovia.

“Esta obra não está prevista no contrato de concessão e por este motivo o governador Beto Richa se sensibilizou e autorizou esta implantação com recursos do próprio Estado”, diz o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho. “A obra visa dar mais conforto e acima de tudo mais segurança para quem mora e quem passa por essa região. É uma ligação com Foz do Iguaçu, muita gente passa por ali”, destaca.

O governador se reuniu com o secretário de Infraestrutura no Palácio Iguaçu logo após o grave acidente registrado nesta manhã (28) no trevo da Portal, que deixou 12 pessoas feridas, conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF). “Já há algum tempo temos feito estudos naquela região. Nos preocupa muito o número de acidentes que vêm acontecendo nesse trecho, que é um cruzamento muito utilizado pelos cascavelenses”, diz Richa Filho.

LICITAÇÃO - Segundo o secretário, o governador, da mesma forma que se portou no episódio de Matelândia [com cinco óbitos, entre eles três adolescentes, em 2011], não pensou duas vezes. “Autorizou no mesmo instante a liberação de recursos para que pudéssemos fazer a contratação desta obra tão importante”.

Agora, o DER-PR está elaborando o orçamento definitivo para, na sequência, preparar o edital de licitação. “A previsão é de que essa obra possa ter início já no começo do segundo semestre de 2018”, afirmou José Richa Filho.

Desde 2011, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística e o DER-PR realizam análises e projetos voltados a buscar soluções viárias para evitar conflitos entre motoristas das cidades e das rodovias.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.