Voos regulares alavancam desenvolvimento de Telêmaco Borba
23/10/2019 - 17:30

Os três voos semanais diários entre Curitiba e Telêmaco Borba vão ajudar o novo ciclo de crescimento da cidade, que será impulsionado pelos investimentos de R$ 9,1 bilhões da Klabin na ampliação da fábrica de Ortigueira, cidade vizinha. Serão criados mais de 11 mil postos de trabalho na região nos próximos anos.

O Voe Paraná reconectou 12 cidades do Interior a Curitiba. É o maior programa de aviação regional da Gol no País. Serão 67 voos semanais neste primeiro momento, com possibilidade de aumentar o fluxo em função da demanda e do ingresso de Apucarana e Guarapuava na lista.

Segundo o prefeito, Márcio Artur de Matos, desde o começo do século Telêmaco Borba não mantém voos comerciais regulares com a Capital. “Precisamos acompanhar o que o mundo vem desenvolvendo. As cidades pequenas e médias ainda têm atraído poucos voos no País, mas o Paraná entendeu essa velocidade e que é preciso encurtar as distâncias”, afirmou. “Esse programa vai atrair mais investimentos e melhorar o desenvolvimento de toda a região, que já abriga uma das maiores indústrias de papel do mundo”.

A Klabin emprega mais de dez mil trabalhadores diretos e indiretos nas cidades da região e o novo ciclo de investimentos, confirmado neste ano, deve atrair inclusive mais moradores para a região. O prefeito estima que Telêmaco Borba deve atingir a marca de 100 mil habitantes na próxima década. “Os voos terão papel fundamental porque a cidade passa a figurar como um centro distributivo para toda essa região central do Paraná”, complementou Márcio Artur de Matos.

O prefeito ainda destacou o potencial turístico do Cânion Guartelá, em Tibagi, outra cidade vizinha. O parque possui o sexto maior cânion do mundo em extensão e o mais longo do Brasil, além da diversidade da Mata Atlântica. “Beleza natural não basta olhar foto. É preciso ver de perto. Nós esperamos um ganho em potencial enorme também na exploração turística do local. É uma outra forma de ampliar essa projeção dos voos regionais do Paraná”, ponderou.

Sônia Maria Ribeiro, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Telêmaco Borba, acrescentou que os voos regulares vão facilitar os deslocamentos de comerciantes e industriais. “As pessoas se deslocam por 8h a 10h para ir a São Paulo e por quase 4h para Curitiba. A cidade vai passar por um novo ciclo de expansão e nossos associados estão se preparando para esse momento. Esses voos vão facilitar muito a vida de quem quer emprender da região”, pontuou.

Box
Paraná tem a maior malha aérea regional da Gol do País

O programa Voe Paraná foi estruturado para incentivar a aviação regional no Estado. A Gol e a empresa de táxi-aéreo TwoFlex oferecem ligação aérea partindo e chegando a doze municípios que têm entre 32 mil e 155 mil habitantes. Foram contemplados Paranaguá, Arapongas, Campo Mourão, Francisco Beltrão, Paranavaí, Cianorte, Telêmaco Borba, Cornélio Procópio, União da Vitória, Apucarana, Guarapuava e Guaíra.

O programa opera com aeronaves Cessna Grand Caravan, com até 12 lugares (nove passageiros e três tripulantes). Nesta semana começaram a funcionar 67 voos semanais para dez cidades, mas até dezembro Apucarana e Guarapuava também ganharão voos semanais.

A Gol oferta 14 mil assentos por dia no Estado, 4º maior do País, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Entre as cidades de maiores destinos estão Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Foz do Iguaçu, Maringá e Cascavel. A companhia ainda conta com voos regulares para Londrina.

GALERIA DE IMAGENS